Ouvir notícia
Listen to
this article
Text to speech by Listencat
Text to speech
by Listencat

Câmara de Viana do Castelo não permite alteração de horário das grandes superfícies

Partilhar
Share On Facebook

As medidas de restrição à mobilidade impostas pelo governo no passado fim de semana, que se estendem também ao próximo, fez com que várias cadeias de supermercados alterassem os horários.
Com as medidas divulgadas pelo governo a apontarem para o confinamento parcial a partir das 13 horas de sábado, supermercados, tal como o Pingo Doce prontamente anunciaram a antecipação da abertura das suas lojas para as 6,30 horas.

A “manobra” não foi bem aceite por várias autarquias, que, de uma forma ou de outra, se opuseram, ora não permitindo um horário tão alargado, ora proibindo qualquer alteração aos horários habituais.

É o caso da Câmara Municipal de Viana do Castelo, que, em comunicado divulgado hoje, fez saber que se irá opôr a qualquer alteração do horário das grandes superfícies, indeferindo todos os pedidos que possa vir a receber.

Segundo a Câmara vianense, durante o Estado de Emergência, a abertura das grandes superfícies comerciais não deverá ocorrer antes das 10 horas

É entendimento da autarquia que a legislação em vigor mantém a impossibilidade de abertura antes das 10 horas de todos os estabelecimentos, não considerados essenciais.