Descargas poluem águas límpidas do Rio Vez

O Rio Vez é um dos rios mais límpidos da europa, mas por estes dias viu as suas águas tingidas por uma cor esbranquiçada.

Segundo populares, um foco de poluição de tez esbranquiçada terá ‘inundado’ as águas do rio Vez junto à ponte de Santar, em Arcos de Valdevez, próximo da zona industrial daquele concelho.

O Rio Vez é um dos rios mais límpidos da europa, ponto paisagístico atractivo da ecovia do Vez, muito visitada por estas características naturais, sendo que Santar é também conhecida pelo património cultural para além de paisagístico e ambiental. 

Para além de tudo isto o Rio Vez, que nasce em terras do Soajo, é um dos importantes afluentes do Lima e está inserido na bacia hidrográfica do rio Lima e à região hidrográfica do Minho e Lima.

A descarga agora detetada é uma situação que tem vindo a ser recorrente nesta bacia hidrográfica, nomeadamente com as sucessivas descargas e atentados nos rios Lima, Labruja, Vez entre outros. 

As causas deste foco de poluição registado nas águas do Vez ainda está por determinar, tendo a Guarda Nacional Republicana que se deslocado ao local, após alerta da autarquia e de populares.

Este atentado ambiental motivou uma tomada de posição do Bloco de Esquerda que, tendo tomado conhecimento dos factos, decidiu alertar o governo para uma situação dramática e fustigante que os rios do Alto Minho atravessam.

Os deputados daquela força política questionaram o governo para “saber se o governo tem conhecimento da situação e se existem  autorizações de Utilização do Domínio Hídrico para descargas ao longo deste rio”. 

A questão foi ainda mais longe e solicita informação sobre qual é a articulação que está a ter o ministério com as autarquias e qual será a atitude do governo para que tal situação não volte a ocorrer.

Partilhar
Share On Facebook