Ouvir notícia
Listen to
this article
Text to speech by Listencat
Text to speech
by Listencat

Rali de Portugal terá 21 especiais

Partilhar
Share On Facebook

O Rali de Portugal terá 21 especiais cronometradas, incluindo uma super-especial na zona da Foz do Douro, no Porto, a disputar ao final da tarde de sábado, 22 de maio.

De acordo com a versão provisória do guia do rali, na prova lusa, quarta ronda do campeonato do mundo, os pilotos enfrentam um total de 346,26 quilómetros cronometrados, divididos por 21 especiais a percorrer ao longo de três dias de prova, de 21 a 23 de maio.

Depois do cancelamento da edição de 2020 devido à pandemia de covid-19, o Automóvel Club de Portugal (ACP) regressa ao centro do país, com sete troços naquela região. Lousã, Góis e Arganil recebem duas passagens de cada concorrente, ficando Mortágua com uma passagem antes da super-especial em Lousada encerrar o dia, com 122,88 quilómetros.

No sábado, os concorrentes enfrentam o dia mais longo, com 165,16 quilómetros divididos por sete especiais, incluindo uma super-especial de 3,30 quilómetros traçada na Foz do Douro, com os participantes a partirem aos pares.

As restantes são desenhadas entre Vieira do Minho, Cabeceiras de Basto e Amarante.

Para domingo, 23 de maio, estão reservados mais seis troços, terminando com a ‘Power Stage’ de Fafe. Pelo meio, os pilotos têm de percorrer ainda os troços de Felgueiras e Montim.

As inscrições terminam no dia 20 de abril, às 18:00.

Em 2019, o estónio Ott Tanak, em Toyota Yaris, venceu a 53.ª edição do Rali de Portugal, acabando por conquistar o primeiro campeonato da sua carreira no final do ano.