Ouvir notícia
Listen to
this article
Text to speech by Listencat
Text to speech
by Listencat

Todos os utentes infectados em Lar de Vila Nova de Cerveira

Partilhar
Share On Facebook

O provedor da Misericórdia de Vila Nova de Cerveira, classificou hoje de “calamidade” a situação do lar Maria Luísa, com 66 utentes infectados com o vírus SARS-CoV-2, sendo que três estão hospitalizados.

Estamos a viver uma situação de calamidade. É de facto dramático. Pedi ao presidente da Câmara de Vila Nova de Cerveira para reunir, de urgência, a comissão municipal de proteção civil para analisarmos esta situação”, afirmou hoje Rui Cruz.

Segundo o provedor, “alguns utentes apresentam sintomas ligeiros e outros estão assintomáticos”.

Rui Cruz explicou que, “além dos 63 utentes infetados, que permanecem na Estrutura Residencial para Idosos (ERPI), 32 de um total de 52 funcionários da instituição – entre administrativos, profissionais de saúde e auxiliares – também foram contaminados com o vírus que provoca a covid-19.

Entre sábado e segunda-feira, morreram quatro utentes com covid-19.

“Temos 10 funcionários com baixa médica e apenas 10 estão no ativo. Foram-nos disponibilizados cinco elementos de uma Brigada de Intervenção Rápida (BIR), o que é manifestamente insuficiente”, disse.

Segundo fonte autárquica a “reunião de emergência irá decorrer ainda na manhã de hoje para tentar encontrar soluções para fazer frente ao surto que atinge o lar Maria Luísa”.