Francisco de Sá Noronha recordado em livro

Partilhar
Share On Facebook

 “Evocação a Francisco de Sá Noronha” é o título de um novo livro da autoria de Paula Anjos.

Durante a realização da investigação sobre a história do Teatro Municipal Sá de Miranda Paula Anjos, a autora deparou-se com uma notícia do jornal “A Aurora do Lima”, datada de 17 de março de 1881, em que se fazia referência que o novo teatro deveria ter  a sua designação.

Francisco de Sá Noronha foi um violinista e compositor português do século XIX que nasceu em Viana do Castelo em 1820 e morreu no Brasil em 1881. A autora, Paula Anjos,

O nome deste músico vianense não foi atribuído ao referido Teatro, mas o seu nome acabou por ser atribuído a uma rua da cidade, que começa no Largo das Necessidades e termina na Rua de São João, em Santa Maria Maior.

Português emigrante, deveu a sua afirmação artística ao meio teatral carioca, tendo aí habitado durante o período de consolidação do reinado de D. Pedro II. Como violinista, viajou pelas Américas e regressou à Europa e a Portugal, onde era praticamente um desconhecido. Empenhou-se na tentativa de criar, desde o Rio de Janeiro, o projeto de uma ópera nacional. Depois de 1860, fixou-se durante uma larga temporada entre Lisboa e Porto e lutou obstinadamente para conseguir levar à cena as suas óperas. No final da vida, regressou ao Rio de Janeiro, onde viria a morrer.

TESTE
Share On Facebook
Hide Buttons