Afinal, todos podem ir à feira

Partilhar
Share On Facebook

No dia em que se atinge o maior número de contágios em Portugal , e apesar de Ponte de Lima estar na lista de 121 concelhos de risco, a Câmara Municipal de Ponte de Lima volta atrás com a decisão de proibir feiras e mercados do levante.

Conforme o CS noticiou ontem (em actualização) no decorrer da reunião do Conselho Intermunicipal da CIM Alto Minho, “os Municípios do Alto Minho decidiram autorizar a realização de feiras e mercados de levante que cumpram as condições de segurança e as orientações definidas pela Direção Geral de Saúde (DGS)”.

A referida reunião ocorreu ontem, porém nessa altura já a Câmara Municipal de Ponte de Lima tinha tornado público a proibição da realização de feiras quinzenais e mercados do levante no concelho.

Hoje, a Câmara Municipal de Ponte de Lima alterou essa sua orientação, retirando tal proibição e permitindo a realização das referidas feiras.

Apesar de Ponte de Lima estar numa lista de 121 concelhos, e por isso estar sujeita a medidas de contingência, esta alteração de posição da Câmara Municipal deixa dúvidas quanto à avaliação da situação.

Quando foi divulgada a nota em que a CMPL proibia as feiras, já as indicações divulgadas pelo Governo faziam recair nas mãos das Câmaras locais o critério de avaliação das condições em cada concelho.

,Por isso, avaliações em sentido contrário não são um bom indicador e o momento que atravessamos exige mensagens claras por parte dos decisores.