Sábado, Julho 2, 2022

Ano 113 - Nº 5275

publicidade
publicidadepublicidade
InícioÚLTIMAS NOTÍCIASFaleceu o jornalista Matias de Barros

Faleceu o jornalista Matias de Barros

A imprensa regional acaba de perder mais um entusiasta e dedicado jornalista. Matias Rolo Ferreira e Barros faleceu esta quinta-feira, em Viana do Castelo.

Matias de Barros nasceu na freguesia das Neves, Viana do Castelo, em 1935 e foi, desde cedo, um homem dedicado aos jornais e à escrita, tendo tido um percurso invejável nas artes e letras do Alto Minho.

A sua actividade jornalística teve início em 1959 no jornal “Notícias de Viana”, onde desempenhou as funções de redactor desde 1967 a 1970. Nos anos seguintes, e até 1980, foi redactor do jornal “A Aurora do Lima”.

Ao longo dos anos foram vários os jornais em que Matias de Barros colaborou, nomeadamente no jornal Cardeal Saraiva, onde, entre 1975 e 1979, assinou vários textos subordinados ao tema “Ponte de Lima — Vila Bela de Portugal”.

Mas a sua colaboração foi mais vasta, tendo colaborado com outros jornais, entre eles, “Voz do Minho”, de Barcelos; “Notícias dos Arcos”, de Arcos de Valdevez;

Com uma actividade principal ligada ao ramo dos seguros, Matias de Barros nunca abandonou a sua paixão pelo jornalismo, o que o levou a fundar em 1980 o jornal: “O Vianense”, do qual foi director.

Era a sua “menina dos olhos” e com ela viveu os desafios e as dificuldades da Imprensa Regional. Por isso, Matias de Barros participou também na vida associativa ligada a esta imprensa de proximidade.

O Alto Minho perdeu agora um jornalista decano que soube amar e divulgar a sua terra. Pessoa de trato afável, de simpatia extrema, Matias de Barros deixa saudade a todos aqueles que com ele partilharam os mesmos desafios.

À família, o jornal Cardeal Saraiva envia os mais sentidos votos de condolências.

Artigos Relacionados
PUB

Mais Popular

Comentários Recentes