Sábado, Junho 25, 2022

Ano 113 - Nº 5275

publicidade
publicidadepublicidade
InícioVALE DO LIMAPONTE DE LIMAPonte de Lima sem feiras até 15 de Novembro

Ponte de Lima sem feiras até 15 de Novembro

O Conselho Intermunicipal da CIM Alto Minho, decidiu autorizar a realização de feiras e mercados de levante que cumpram as condições de segurança e as orientações definidas pela Direção Geral de Saúde (DGS).

No entanto, essa autorização não se aplica a Ponte de Lima, já que, perante a situação pandémica actual, a Câmara Municipal já tornou pública a sua posição, proibindo a realização de feiras no concelho, bem como ocupação da via pública aos fins-de-semana e feriados.

Estão abrangidas por esta medida as feiras quinzenais, feira de antiguidades e velharias, feiras de artesanato e feiras de levante.

O executivo limiano acompanha, assim, as medidas restritivas decididas em Conselho de Ministros no passado sábado, divulgadas por António Costa.

Na altura o Primeiro Ministro anunciou a proibição de feiras, para mais tarde a informação ser corrigida e atribuída a responsabilidade dessa autorização às Câmaras Municipais.

As medidas agora tomadas pela autarquia limiana vigoram até 15 de Novembro e serão avaliadas conforme a evolução da situação e de acordo com as orientações emanadas pela DGS e pelo Governo.

Ponte de Lima é um dos 121 concelhos do país com mais de 120 casos por 100 mil habitantes, pelo que se aplicam medidas restritivas, tal como o dever cívico de recolher obrigatório.

A situação pandémica no concelho limiano tornou-se preocupante após ter sido registado um surto de covid-19 na Casa de Caridade, em Ponte de Lima.

(Actualizado em 3 Nov 20)

Ver actualização 4/Nov/20 aqui

Artigos Relacionados
PUB

Mais Popular

Comentários Recentes