Segunda-feira, Novembro 28, 2022

Ano 113 - Nº 5275

publicidadepublicidade
InícioVALE DO LIMAPONTE DE LIMAOnda de calor coloca distrito em alerta vermelho

Onda de calor coloca distrito em alerta vermelho

Tempo seco e altas temperaturas levaram o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) a acionar alerta vermelho para vários distritos do país.

Em causa está uma onda de calor motivada pela circulação de uma massa de ar muito quente e seca, originária no norte de África, que irá persistir até dia 15, com valores de temperatura acima da média.

O alerta vermelho, o mais alto na escala, foi accionado para o dia de hoje, inicialmente para 8 distritos, onde se inclui o de Viana do Castelo, mas, ao longo do dia, esse alerta foi alargado a todos distritos do norte e centro de Portugal continental.

Esta vaga de calor que se tem registado desde a passada quarta-feira passada, dia 6 de julho, e que tem tido valores muito altos de temperatura máxima e mínima, vai se manter pelos próximos dias.

Segundo o IPMA até sexta-feira os termómetros vão subir, prevendo-se que grande parte do território atinja temperaturas acima dos 40ºC, podendo mesmo chegar aos 46ºC no continente.

Os dias em que se registarão temperaturas mais elevadas deverão ser já amanhã, quarta-feira, e no dia seguinte.

Recorde-se que esta é já a terceira vaga de calor a ocorrer este ano em Portugal.

O tempo seco que se tem feito sentir está a preocupar os governantes e os órgãos de Protecção Civil. Por esse facto, e para evitar a ocorrência de fogos rurais, foram já proibidas a realização de fogueiras, queimadas e lançamento de fogo-de-artifício.

Também estão proibidos os eventos em parques e florestas, o que poderá por em risco a realização de festival de música e mesmo a já célebre concentração Motard de Faro.

A intenção das autoridades é evitar fortemente que exista o risco e as probabilidades de ignição de incêndios

Preocupados com o que poderá acontecer durante estes períodos de altas temperaturas previstas para estes dias, António Costa, Primeiro-Ministro, e Marcelo Rebelo de Sousa, Presidente da República, cancelaram viagens programadas ao estrangeiro.

Artigos Relacionados

PUB

Mais Popular

Comentários Recentes